O tesouro de Saddle Ridge é o nome dado a uma descoberta de 1.427 moedas de ouro encontradas em 2013 em uma propriedade privada dos Estados Unidos, considerado o maior tesouro conhecido de moedas de ouro enterradas já descoberto naquele país.

O valor de face das moedas encontradas somam $ 27,980, porém, após a certificação e avaliação das moedas, chegaram a $ 10 milhões de dólares em leilões e vendas para colecionadores.

No total, o tesouro é composto por 1.373 moedas de 20 dólares, 50 moedas de 10 dólares e 4 moedas de 5 dólares, todas datando de 1847 a 1894.

A descoberta

O tesouro de Saddle Ridge foi descoberto em fevereiro de 2013 por um casal que mora em uma propriedade rural localizada na região histórica Gold Country, na porção norte do estado da Califórnia nos Estados Unidos, primordialmente na encosta ocidental de Sierra Nevada.

Numismática: tudo que você precisa aprender e compreender está aqui!
Seleção dos melhores artigos sobre numismática brasileira: 960 réis, carimbos particulares, Ceará, Maranhão, Piratini, moedas do real e das olimpíadas.

Por questões de privacidade a localização exata da descoberta permanece sob sigilo, sendo revelado somente que está localizada em uma encosta de Gold Coutry, perto do local da Gold Rush de 1849.

O casal que encontrou o tesouro optou por serem identificados somente por "João" e "Maria", deixando suas identidades verdadeiras ocultas a fim de evitar que caçadores de tesouro invadam sua propriedade a procura de outros tesouros enterrados.

João e Maria encontraram o tesouro enquanto passeavam com o seu cachorro por uma trilha da propriedade, um local que já tinham passado por várias vezes.

Uma das latas do tesouro de Saddle Ridge

Nesse dia em particular, em determinado ponto da trilha eles perceberam havia um pedaço de lata enferrujada saindo do chão e isso só chamou sua atenção porque nesta mesma área eles haviam percebido outras características peculiares.

A lata da árvore

Eles já tinham percebido anteriormente que havia uma lata antiga presa em uma árvore antiga daquela área.

Essa lata estava ali há tanto tempo, talvez inicialmente dependurada, que a árvore cresceu em torno da lata.

Na época, João e Maria supôs que a lata da árvore possivelmente tinha sido usada em algum momento como um vaso para flores, talvez para marcar algum túmulo.

A rocha estranha

Outro detalhe que tinham percebido era que numa colina próxima havia uma rocha com formato estranho, que se diferenciava das outras rochas da região.

A rocha se destacava tanto que João e Maria a apelidaram de "Saddle Ridge" (ou, cume da sela, em tradução livre).

Após a descoberta do tesouro, eles descobriram o motivo da rocha e da lata da árvore: o tesouro estava a exatos 10 passos da rocha em direção a estrela polar. A lata da árvore era um marco visual mais geral.

A escavação

Depois que Maria notou que havia uma lata enterrada ali, João abaixou para pegá-la e percebeu que estava muito presa no chão.

Ele pegou um pedaço de madeira e começou a escavar ao redor da lata e  depois de um tempo conseguiram arrancá-la do chão.

A lata era tão pesada que eles imaginaram se tratar de uma lata antiga de tinta a base de chumbo, um tipo de tinta perigosa que foi banida pela Liga das Nações em 1921.

Enquanto levavam a pesada lata para casa uma parte mais enferrujada da tampa se rompeu e revelou o bordo dourado de uma das moedas.

Uma das latas do tesouro de Saddle Ridge com tampa rompida

Extasiados com a descoberta, eles retornaram ao local com algumas ferramentas para ver se encontrariam mais alguma coisa.

Para sua surpresa, e para o nosso imaginário, eles encontraram outra lata a cerca de trinta centímetros de onde a primeira lata foi descoberta.

Embora as latas estivessem parcialmente decompostas pela ferrugem, várias moedas de ouro reluzentes estavam ali quase intactas.

João e Maria continuaram retornando ao local do tesouro a procura de mais moedas, algumas vezes cavando o solo e em outras utilizando um detector de metais.

Latas do tesouro de Saddle Ridge

O resultado de todo o trabalho foi um total de 8 latas que escondiam 1.427 moedas de ouro.

Mas, e agora, o que fazer com todo esse ouro?

O destino das moedas

Após a descoberta, o casal protegeu seu achado escondendo-o em uma velha caixa de gelo e, adivinhem, elas voltaram para o anonimato.

Enquanto João e Maria faziam pesquisas iniciais sobre as moedas que encontraram, todas elas ficaram escondidas novamente, agora na caixa de gelo sob uma pilha de madeira velha de seu quintal.

Para ajudá-los na prazerosa missão de dar um destino justo para as moedas, afinal, valeriam muito mais nas mãos de colecionadores, eles contrataram a empresa de numismática Kagin's em Tiburon, Califórnia para representá-los.

Moedas do tesouro de Saddle Ridge antes da certificação

O numismata David J. McCarthy da Kagin's fez a avaliação inicial das moedas e validou o quão significativa e importante era a descoberta.

Antes desta descoberta, a maior descoberta de moedas de ouro enterradas dos Estados Unidos foi feita em 1985 por funcionários da cidade de Jackson, Tennessee.

O tesouro de Jackson tinha um valor de face de $4,500 dólares e foi vendido por cerca de 1 milhão de dólares (não ajustado pela inflação).

O valor de face do tesouro de Saddle Ridge era $ 27,980 dólares, 6,21 vezes maior que o tesouro de Jackson.

A descoberta do tesouro também levantou questões sobre a responsabilidade fiscal dos descobridores, devido à regulamentação do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos afirmar que:

Tesouro, na medida de seu valor em moeda dos Estados Unidos, constitui receita bruta para o ano fiscal em que é reduzido a indiscutível posse.

Ou seja, João e Maria deveria restituir ao Tesouro dos Estados Unidos somente $ 27,980 dólares, mesmo o achado tendo sido vendido por mais de 10 milhões de dólares.

A certificação das moedas

Após a avaliação inicial, McCarthy e Kagin's foram contratados para conservar as moedas. Kagin's então contatou a Professional Coin Grading Service (PCGS) de Irvine, Califórnia, para fazer a autenticação e definição do estado de conservação das moedas.

Moedas de Saddle Ridge certificadas pela PCGS

A PCGS certificou que muitas das moedas estavam em perfeito estado de conservação, nunca circuladas, ou seja, no estado Flor de Cunho (Mint State). Algumas peças eram tão raras que poderiam alcançar o valor de 1 milhão de dólares cada.

O trabalho da PCGS demonstrou que mais de 12 moedas poderiam ser rankeadas como os melhores espécimes conhecidos de seus tipos ou, no mínimo, alcançariam os melhores espécimes conhecidos no seu relatório de população.

Moeda de $10 dólares de 1886-S PCGS MS-66

Dentre esses exemplares, estão:

  • 20 dólares de 1866-S Double Eagle (sem lema), avaliado em aproximadamente 1 milhão de dólares;
  • 20 dólares de 1866-S Double Eagle (com lema), PCGS MS-62+ (o melhor  exemplar conhecido);
  • 20 dólares de 1877-S Double Eagle, PCGS MS-65 (empatado com o melhor exemplar conhecido);
  • 20 dólares de 1888-S Double Eagle (quatro), PCGS MS-64 (empatado com o melhor exemplar conhecido);
  • 20 dólares de 1889-S Double Eagle (dois), PCGS MS-65 (empatado com o melhor exemplar conhecido);
  • 20 dólares de 1894-S Double Eagle, PCGS MS-65 (empatado com o melhor exemplar conhecido).

O destino das moedas

De acordo com Donald Kagin, a Kagin's tem um acordo de exclusividade com a Amazon.com para a venda de moedas de sua loja de colecionáveis.

A venda das moedas de Saddle Ridge foi a primeira grande venda de moedas feitas pela Amazon.

João e Maria usou o valor recebido pela venda das moedas para pagar suas dívidas pessoais, além de fazer doação de parte do dinheiro para instituições de caridade locais.

Além disso, eles guardaram algumas moedas como lembrança e para compor uma herança da família.

Teorias sobre a origem do tesouro

Após a descoberta das moedas, houve grande especulação de que o tesouro seria a descoberta do roubo de $ 30,000 dólares da Casa da Moeda de São Francisco de 1901 feito pelo funcionário Walter Dimmick.

A notícia publicada do roubo foi descoberta na Biblioteca Digital Haithi Trust e fornecida por Jack  Trout, um guia de pesca do norte da Califórnia que também é historiador e colecionador de moedas.

A Kagin's e a Casa da Moeda dos Estados Unidos descartaram essa teoria, afirmando que o tesouro de Saddle Ridge provavelmente não faria parte do roubo devido a diversidade no valor de face e do estado de conservação das moedas.

Em 4 de março de 2014, a Casa da Moeda dos Estados Unidos afirmou que:

"...não temos nenhuma informação ligando as moedas do tesouro de Saddle Ridge a qualquer furto em qualquer instalação da Casa da Moeda dos Estados Unidos, fizemos muitas pesquisas, e temos uma excelente equipe de advogados, e acredite em mim, se isso fosse propriedade do governo dos Estados Unidos, estaríamos indo atrás disso."

Outras teorias desconsideradas afirmam que o tesouro era um esconderijo de ouro escondido enterrado por Jesse James, ou saque levado por Black Bart, que era conhecido por roubar diligências.

Também foi descartada uma teoria de que as moedas era parte de um tesouro supostamente escondido pelos Cavaleiros do Círculo Dourado, para ser usado para financiar uma segunda Guerra Civil.

A teoria predominante atribui o tesouro a uma pessoa desconhecida que escolheu enterrar as moedas em vez de confiar nos bancos para proteger sua riqueza.

Embora o casal que encontrou as moedas permaneça anônimo e a localização da descoberta não seja revelada, várias pessoas tentaram reivindicar as moedas de ouro ou parte dos lucros das vendas, alegando que o dinheiro pertencia a um de seus parentes ou sócios.

Referências:
Site oficial do tesouro: Saddle Ridge Hoard

Wikipedia: Saddle Ridge Hoard

ABC News: California Couple Finds $10M Buried Treasure in Back Yard

BBC News: Saddle Ridge Hoard: Buried gold coin stash ‘worth $10m’

Coin News: Saddle Ridge Hoard of Buried Gold Coins Authenticated by PCGS

CBS: NorCal Couple Finds $10M In Gold Coins; May Be Greatest Buried Treasure Ever Found In U.S.

CNN: California couple strikes gold after finding $10 million in rare coins

Daily Mail: California couple strikes gold after finding $10million of 19th century coins buried on their property

Fox News: Gold Rush! CA Couple Finds Buried Rare Coin Stash

Good Morning America: News clip not yet online

International Business Times: As Saddle Ridge Hoard Gold Coins Are Set To Hit The Market, A Rare Coin Expert Talks About How Numismatics Has Evolved To Boost Investor Confidence

Mashable: Californian Couple Finds $10 Million Worth of Gold Coins in Tin Can

National Geographic: Who Buried the $10 Million in Coins Found by a California Couple—and Why?

NY Daily News: Northern California couple find $10M worth of rare gold coins buried on property

Reuters: California couple finds $10 million in buried treasure while walking dog

Salon: Calif. couple strike $10 million gold-coin bonanza

SFGate: Gold Country couple discover $10 million in buried coins

Time: The Law of Finders-Keepers and What Happens When You Find Buried Treasure

USA Today: Calif. couple unearths Gold Rush coins worth $10M